Current Date:abril 14, 2024

“Euphoria”: Petra Collins teve conceito visual “roubado” por Sam Levinson

Entrevista concedida pela artista em janeiro está ganhando repercussão na internet.

Sam Levinson envolvido em polêmicas não é algo raro. Desta vez, o cineasta está sendo acusado de ter roubado o conceito visual de Euphoria de Petra Collins. A própria artista falou sobre a situação incômoda em entrevista para a revista húngara PUNKT em janeiro.

“Vou lhe contar a verdade sobre essa série que nunca foi dita. Nunca falei sobre isso publicamente, porque é uma coisa muito louca, mas basicamente, o motivo pelo qual me mudei para Los Angeles foi porque Sam Levinson, que dirigiu a série, entrou em contato com minha agência e disse: ‘Escrevi uma série baseada em suas fotos. Você quer dirigir ela?’. Então me mudei e trabalhei na HBO por cerca de cinco meses. Eu pensei: ‘Estou dirigindo o seriado’. Criei um mundo inteiro para ele, fiz o casting e tudo. No último minuto, a HBO disse: ‘Não vamos contratá-la porque você é muito jovem’. Eu fiquei tipo ‘Tudo bem, muito obrigada’. Pensei que eles não aceitaram a minha versão do programa, obviamente – eu era tão ingênua -, e simplesmente fariam outra. Então isso foi bom, aprendi muito, foi interessante… E, um ano depois, saí do meu apartamento e vi esse outdoor, que era exatamente o que eu era, uma cópia do meu trabalho. Comecei a chorar, fiquei muito chocada. Isso aconteceu comigo muitas vezes na minha carreira, mas não em uma escala como essa. Foi muito intenso para mim, pois essa é a estética que construí durante toda a minha vida e agora tenho que mudá-la, porque ela entrou no mainstream e foi tirada de mim. O pior foi quando as pessoas diziam, sem saber, que esse programa se parecia com minhas fotos”, conta a modelo em trecho indisponível no veículo, mas capturado pelo Pop Crave.

Embora essa parte da conversa pareça ter sido removida da reportagem, sem explicações até o momento. Em sua introdução, a publicação menciona a mudança de cidade para a criação da estética da série de sucesso da HBO. Em outro momento, Petra contou sobre como o êxito da produção a obrigou a procurar uma nova identidade para seus projetos.

“Essa série foi um exorcismo para mim. Tive que mudar meu estilo por causa de Euphoria. Muitas pessoas começaram a fotografar desse modo e eu não sentia mais que ele era meu, me sentia desconectada. Precisei me encontrar novamente, porque não me identificava mais com ele. Esse foi um grande ponto de virada em minha vida. Eu me sentia desconectada do meu corpo, do meu trabalho. Me perguntava: “Como faço para voltar ao meu corpo?”, não faço autorretratos, preciso segurar a câmera, porque muitos dos meus trabalhos são feitos com ela. Também me sentia violenta comigo mesma e com meu corpo, e precisava criar outra versão. Era realmente terapêutico e empolgante me colocar em qualquer lugar, me fotografar de qualquer ângulo. Essa série foi o ponto de partida para criar um novo estilo de fotografia”, desabafou.

Contatados para comentar sobre o caso pelo The Daily Beast, nem Levinson nem a HBO responderam. Apenas uma fonte próxima ao diretor negou a enganação. “Como fã dela, ele esperava que houvesse a possibilidade de trabalharem juntos dessa forma. Mas de maneira alguma foi prometido nada. Isso nem teria sido possível para ele porque, em última análise, a decisão é da emissora”, afirmou.