Current Date:junho 24, 2024

OFF ENTREVISTA: HUI fala de desafios em primeiro álbum solo e relembra visita ao Brasil

Pouco mais de sete após fazer sua estreia como líder do grupo de K-Pop PENTAGON, HUI fez seu debut solo nesta terça-feira (16) com o lançamento do álbum ‘WHU IS ME : Complex‘.

Em um papo exclusivo com o OFF, o cantor de 30 anos de idade, celebrou a possibilidade de mostrar sua individualidade com o projeto. “O objetivo desse álbum é me conhecer e pensar mais sobre mim. Eu quis mostrar o HUI de verdade e ‘WHU IS ME’ é um álbum que busca responder ‘quem sou eu?’. Com esse álbum, eu quero muito transmitir a mensagem de ‘Vamos nos amar’ e ‘Você é melhor e mais forte do que imagina’”, disse

O nome do projeto é uma brincadeira com seu nome artístico, e ele explicou: “‘Complex’ se tornou o nome dele porque eu trabalhei muito para conseguir superar minhas complexidades enquanto me tornava o artista HUI, e é a palavra que me define como cantor.”

O álbum chega com quatro faixas inéditas, incluindo a title ‘Hmm Bop’, o único solo do projeto. As outras contam com parcerias com Jinhyuk, do grupo UP10TION,o rapper PARK HYEON JIN e WOOSEOK, integrante caçula do PENTAGON e que também está creditado na composição de três músicas.

Entre todas elas, HUI elegeu ‘Cold Killer‘ como sua favorita. “Essa música mostra meus vocais descolados e carismáticos. Acho que de todas as faixas essa é a que mais destaca a minha voz”, explicou.

Além do destaque por seu talento vocal, o artista também é bastante reconhecido por seu trabalho como compositor, sendo não apenas um dos principais nomes por trás da discografia do PENTAGON, mas também responsável por sucessos de outros artistas como Wanna One, CIX e WEi. Agora trabalhando em um álbum solo pela primeira vez, ele revelou algumas dificuldades e diferenças do processo criativo:

“É mais difícil escrever uma música para si mesmo do que para outros artistas. Apesar disso, a felicidade e o sentimento de resolução quando você termina as músicas são gigantescos. Eu quis tentar mostrar estilos diferentes e, principalmente, expressar quem é o HUI como artista de forma mais honesta.” Ele completou o assunto revelando uma de suas ambições musicais para o futuro: “Assim como minha banda favorita, The Score, eu gostaria de experimentar um rock mais pesado.”

Ao longo dos últimos mais de sete anos com o grupo, HUI lançou dezenas de álbuns e teve a chance de fazer shows por todo o mundo, além de ganhar prêmios e serem reconhecidos por seu trabalho e talento. Apesar de muitas conquistas, ele revela que um de seus momentos favoritos de sua trajetória até hoje foi um muito mais emocional e pessoal.

“A apresentação de ‘Shine’ e ‘Spring Snow’ no programa ‘Road To Kingdom‘ é o momento mais memorável da minha carreira. Eu chorei muito naquele palco e ainda me lembro do ar, do cheiro e de toda a atmosfera daquela apresentação”, conta, relembrando a despedida que o grupo fez para o integrante JINHO, que estava prestes a começar seu serviço militar, em 2020.

Já sobre o início da carreira, ele mencionou a lição mais importante que aprendeu, confessando que gostaria de tê-la aprendido mais jovem: “Treino constante e esforço são as coisas mais importantes, além de não ser negligente quando se estiver treinando. Na minha opinião, não tem como existir um artista perfeito. Todo mundo, inclusive eu, sente que falta alguma coisa, e eu ainda estou aprendendo. Então sempre serei um artista que continua melhorando ao invés de um que acredita ser perfeito”, completou.

E em seu processo de constante melhora, ele refletiu sobre o futuro: “Acho que daqui um ano, HUI será um artista que se conhece melhor e que tem cores mais distintas e mais definidas do que agora. Eu tenho tantos sonhos e objetivos que ainda quero alcançar, mas o mais importante é que quero continuar trabalhando como artista. Tem muitas músicas que ainda não consegui compartilhar com meus fãs, então quero poder fazer isso.”

O papo não poderia terminar sem relembrar a visita de HUI ao Brasil em 2019, quando o PENTAGON visitou o país pela primeira – e única, até o momento – vez, como parte de sua turnê Prism World Tour. 

“Eu ainda me lembro do sentimento de pisar no Brasil pela primeira vez. Eu pensei ‘Uau, eu estou no Brasil, me sinto muito bem-sucedido”. O momento mais memorável foi obviamente o show. Foi como um sonho para mim poder me comunicar com os fãs e sentir toda aquela energia”, contou HUI, desejando poder fazer uma nova visita ao país. “Infelizmente não tive muito tempo para aproveitar a comida e a cultura brasileiras, mas eu quero voltar para encontrar os UNIVERSE e criar boas memórias com eles, se eu tiver a chance”

Por fim, o cantor deixou um recado especial para os fãs brasileiros: “Olá! UNIVERSE do Brasil! Eu acredito que posso viver feliz como um cantor por causa do seu amor e apoio. Já que vocês são a minha motivação, eu quero continuar a trabalhar muito e dar o meu melhor para mostrar uma versão ainda melhor do HUI. Eu vou com certeza visitar as UNI do Brasil quando tiver a chance! Obrigado e amo vocês, como sempre. Sinto muita saudade de vocês!”